Minhas marcas no mundo…

É com muita felicidade que apresento a vocês as marcas “Cami Christofaro” e “Porque Eu Me Amo”, resultado do trabalho de desenvolvimento de identidade visual feito pela Agência Elemento.  Essas são as minhas marcas no mundo: aquilo que sou e aquilo que me proponho a fazer.

Desde os primórdios da humanidade, o homem sempre encontrou formas de registrar sua passagem pela história. Seja através de escrituras, gravuras, totens ou esculturas e artefatos dos mais variados tipos, os seres humanos sempre deixaram marcas. Assim, o valor histórico e cultural de uma marca pode ser refletido graficamente, recorrendo à simbologia, estudos de cores, significâncias, e – é claro – a personalidade do detentor da marca.

Por isso, segundo os profissionais da Elemento, o estudo do conceito das marcas “Cami Christofaro” e “Porque Eu Me Amo”, partiu de pesquisas baseadas em minhas preferências, características, qualidades e dos benefícios promovidos pelo programa.

Após estudos de conceito, o elemento escolhido como símbolo principal foi a libélula, um ser que em muitas culturas é associada à renovação, mudança e transformação. A positividade, o poder proveniente da vida e a liberdade, também foram características fundamentais na tomada de decisão.

O elemento ar, estreitamente relacionado a mim, por ser Vata – dosha da medicina milenar indiana Ayurveda– está diretamente conectado à libélula, uma criatura do vento. Além disso, correlacionando ainda com o programa Porque Eu Me Amo, a libélula ancora o significado do renascimento. Ela, em função de sua vida breve na natureza, nos leva a refletir sobre o valor do tempo e a forma como a vida deve ser plenamente usufruída diante da inevitabilidade da morte. É mais que existir. É viver.

Quem me conhece, sabe: minha energia é vibrante e marcantemente positiva. Em função disso, foram tomadas como inspirações algumas cores atribuídas à primavera, ao verão e à natureza. A escolha da aquarela como plano de fundo e elemento secundário da marca se deu pela sensação de “espalhar” sobre o papel várias cores que, mesmo como pequenas gotas, formam uma obra de arte quando misturadas.

É como molhar o pincel num pôr-do-sol, numa aurora ou num arco-íris e espalhar sobre uma tela em branco de forma diluída e suave. Assim surgem duas marcas repletas de significados e história. Orgânicas, vibrantes, porém leves, como o espírito e a consciência devem ser.

Cami Christofaro e Porque Eu Me Amo.